A trajetória da mulher na política brasileira: as conquistas e a persistência de barreiras

Kamila Pagel de Oliveira

Resumo


O presente trabalho discute acerca da participação das mulheres na política brasileira, destacando os avanços obtidos e as barreiras que persistem para se atingir a efetiva participação feminina nessa área. A busca pela participação da mulher na política do Brasil passou por diversas fases ao longo do tempo, configurando uma busca pelo alcance da condição de sujeito, não apenas político, mas também social e econômico. Conforme dados disponibilizados pela União Interparlamentar (2012), pelo Programa para Desenvolvimento das Nações Unidas (2011) e pela Social Watch (2012), o Brasil encontra-se em uma posição crítica no que se refere à equidade de gênero nos parlamentos. A política brasileira encontra‑se fortemente influenciada pelo homem, o que reforça, nesse campo, a situação de dominação masculina presente no campo social, econômico e religioso. A dominação masculina na política gera a permanência de barreiras de níveis micro, sociológico e político‑filosófico para a inserção e a manutenção da mulher na política brasileira.


Palavras-chave


Representação política; Equidade de gênero; Brasil.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.