Mídia, opinião pública e legitimidade democrática

Ana Paola Amorim

Resumo


Neste artigo discute-se o papel político da mídia na organização da vida democrática a partir da constatação do declínio da legitimidade de instituições eleitorais representativas, que põem em evidência outras formas de legitimidade democrática. Uma premissa adotada neste trabalho é a de que pensar o papel da mídia numa ordem política democrática passa, obrigatoriamente, por refletir sua relação com um processo de democratização da opinião pública, o que reforça um papel político que nem sempre é admitido pela própria mídia, que, seguindo um modelo liberal, busca se legitimar a partir de uma noção de imparcialidade e independência em relação à política. Para isso, são mobilizadas questões de fundo em torno do tema da comunicação e política, incorporando os fundamentos filosóficos do republicanismo como possibilidade de se construirem respostas aos impasses identificados no centro da teoria liberal. A ideia é discutir não só o papel da mídia nos sistemas políticos, mas também questionar os próprios princípios que organizam a relação entre os dois sistemas, trazendo a discussão para repensar o conceito de público, seguindo uma dimensão discursiva da democracia.


Palavras-chave


Mídia; Opinião pública; Legitimidade; Democracia.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.