Relendo os clássicos em época de crise: Raízes do Brasil, Os donos do poder e as anomalias da consciência histórica brasileira

Sérgio da Mata

Resumo


Transcrição de palestra proferida em 19 de abril de 2016 no Pensando em Minas, programa da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais destinado à divulgação e ao debate de estudos e pesquisas sobre política e temas relacionados ao Poder Legislativo. Nesta edição, o expositor analisa dois clássicos brasileiros, Raízes do Brasil e Donos do Poder, focando a influência de Weber na obra de Sérgio Buarque e Raymundo Faoro, respectivamente. O palestrante revisita conceitos como o homem cordial, patrimonialismo, capitalismo político e corrupção. Ainda sob as luzes weberiana, comenta algumas obras de Jessé Souza, como a A modernização seletiva, em que esse sociólogo analisa as interpretações do Brasil mais conhecida. Sérgio da Mata, por fim, aborda a obra Fenomenologia do brasileiro, do filósofo Vilém Flusser, para pensar aquilo que ele tem chamado de anomalias da consciência histórica brasileira.


Palavras-chave


Sociologia weberiana; Formação da sociedade brasileira; Patrimonialismo; Liberalismo; Consciência histórica.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.