O parlamentar sob influência: o lobby da indústria na Câmara dos Deputados (1996- -2010)

Manoel Leonardo Santos

Resumo


Este trabalho busca investigar em que medida ações de lobbying podem influenciar o comportamento parlamentar. Mais especificamente, se as ações de lobby da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e do empresariado influenciam o comportamento individual dos parlamentares em votações nominais no plenário da Câmara dos Deputados. Para responder à questão, modelos de regressão logística são empregados para estimar se a variação na intensidade das ações de lobby sobre proposições legislativas de interesse do setor explicam a variação na indisciplina partidária A indisciplina partidária é tomada como variável dependente e vista como comportamento desviante do parlamentar que deserta da sua relação com o líder partidário quando submetido a múltiplas influências. Os dados abrangem a série histórica de 1996-2010. Os resultados confirmam a hipótese de que o lobby afeta o voto do parlamentar em plenário, mas, como não afeta a todos os deputados de maneira uniforme, deve ser entendido mais como um reforço do que como mecanismo capaz de alterar as preferências e a ação dos parlamentares. O artigo aponta para uma promissora agenda de pesquisa na área.

Palavras-chave


grupos de interesse; lobby; grupos de pressão; disciplina partidária. comportamento parlamentar.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.