As Minas antes das Minas: reflexões sobre os albores da história mineira

Adriana Romeiro

Resumo


A descoberta das minas de ouro nos sertões dos cataguases, em fins do século XVII, suscitou um acirrado debate acerca do projeto político a ser implantado ali. Tratavase de formular as linhas-mestras da imensa obra de colonização de uma região internada no continente, voltada para uma atividade econômica em tudo diferente daquela que se praticava no Nordeste. D. João de Lencastro, governador-geral entre os anos de 1694 e 1702, foi o autor de um original plano para a zona mineradora, caracterizado por uma abordagem essencialmente política do impacto do ouro no contexto do Império português. Expressando temor diante das conseqüências da descoberta de metais preciosos, propôs uma política centralizadora, baseada no rigor e no controle sistemático de pessoas, caminhos e mercadorias. O presente artigo examina os principais aspectos desse projeto, apresentando as reações que desencadeou junto à Corte.

Palavras-chave


Mineração, Minas Gerais, século XVIII, D. João de Lencastro.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.