Minas Gerais na República: atraso econômico, estado e planejamento

Marcelo Magalhães Godoy

Resumo


A compreensão da formação histórica de Minas Gerais não pode prescindir da consideração de determinações de longo prazo, notadamente de escolhas perpetradas pela elite regional em momento chave do processo de modernização do Brasil. A tomada de consciência do atraso econômico relativo, na passagem do século XIX para a centúria seguinte, e a série de políticas de desenvolvimento regional, concebidas e efetivadas no transcurso do período republicano, singularizam a evolução de Minas. A recuperação econômica assume posição central nas políticas econômicas, o Estado ascende à posição de ator privilegiado, elites modernas progressivamente projetam-se no setor público e o planejamento converte-se em instrumental estratégico. No processo de integração do mercado interno brasileiro caberá a Minas Gerais inserção periférica, marcada por persistências e mudanças que estabelecem ou aprofundam desequilíbrios intra-regionais, sociais e setoriais.

Palavras-chave


Minas Gerais; período republicano; desenvolvimento regional; estado; planejamento.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.